Antonia Fontenelle é alvo de processo criminal depois de ofender antropóloga

Ouça essa notícia

Antonia Fontenelle vira alvo de processo criminal. Foto: Reprodução Internet

Antonia Fontenelle virou alvo de um processo criminal depois de ofender a antropóloga Débora Diniz. A pesquisadora abriu uma queixa-crime contra a apresentadora no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, depois de acusações sobre a defesa de pedófilos e do aborto.

De acordo com o Notícias da TV, a apresentadora reproduziu o discurso do presidente do Brasil que não gostou das críticas feitas por Débora.

No dia 4 de fevereiro a professora comentou nas suas redes sociais sobre as prioridades de Bolsonaro. “A pauta prioritária de Bolsonaro no Congresso Nacional tem de arma em casa e na rua para mais gente, crianças em ensino domiciliar, perseguição a pedófilos, vantagens para agronegócios até perseguição aos povos indígenas”.

O jornal Gazeta do Povo, publicou a manchete das falas de Débora e foi compartilhado pelo presidente e seus apoiadores. Antonia também reproduziu o discurso e fez uma postagem contra a antropóloga, reforçando a sua teoria em entrevistas.

O advogado que representa Débora Diniz pede a condenação da viúva de Marcos Paulo, pelos crimes de difamação e injúria, assim como uma indenização.

Compartilhe