Bial estabelece condições de entrevistar Lula: ao vivo e com detector de mentiras

Ouça essa notícia

Bial e Lula. Foto: Reprodução da internet

É Braseeel, Pedro Bial, apresentador do programa “Conversa com Bial”, da Rede Globo, afirmou durante uma entrevista internacional (14) no programa “Manhattan Connection” da TV Cultura, que só irá entrevistar o Ex-presidente Lula da Silva, se ele usar um detector de mentiras.
A declaração do jornalista veio à tona depois de ser questionado pelo âncora Lucas Mendes, sobre quem não toparia participar do seu programa na Globo.

Bial então respondeu, dizendo que o Ex-Presidente do Brasil já disse que gostaria de fazer o programa com ele, mas só se fosse no ao vivo. Entretanto, para isso acontecer o apresentador soltou que só realiza o desejo de Lula se o político usasse um detector de mentiras:

“O Lula já até disse que gostaria de fazer o programa comigo, mas tinha que ser ao vivo. Pode até ser ao vivo, mas aí teria que ter um polígrafo (mais conhecido como detector de mentiras) acompanhando todas as falas dele”.

O jornalista, conhecido não só por sua trajetória como repórter, correspondente internacional e apresentador do BBB, mas também por estar a frente do programa de entrevistas “Conversa com Bial”, polemizou e virou um dos assuntos mais comentados do Twitter após seu relato na TV Cultura.⠀

Internautas, anônimos e famosos, encerraram a opinião do jornalista como desrespeitosa . Todos usaram as redes sociais para manifestar a fala grosseira do Bial em referência a Lula. Alguns até resgataram vídeos antigos do jornalista dizendo que o golpe militar pode ser entendido como “revolução” ou “contragolpe“ e entrevista do apresentador com Olavo Carvalho, considerado a favor do Governo Bolsonaro, supondo a preferência de Pedro Bial pelo atual Presidente da República.

O relato de Pedro também geraram questionamentos nas redes:
“Pedro Bial tem medo de enfrentar Lula ao vivo. Precisa manter o poder de editar as respostas?”, publicou um internauta.

Além dos anônimos, o primeiro famoso a se manifestar foi o ator José de Abrel, ator antigo da Rede Globo, que em sua publicação desafiou o colega do trabalho:

“Hei Bial foi revolução, golpe ou contragolpe? Precisa usar polígrafo?”, se referindo a um vídeo no qual o jornalista conversa sobre o golpe militar em entrevista a Jô Soares.⠀

O ator e humorista Gregório Duvivier, também roteirista do “Porta dos Fundos”, foi ainda mais enfático em sua crítica:

“Grosseiro é pouco. Sobretudo frouxo. Porque entrevista general com sorriso no rosto”, publicou.

Pedro Bial, tem 63 anos, e está à frente do programa “Conversa com Bial” há quase 5 anos.
Ainda não existem registros de publicações dele rebatendo as críticas na internet.

Acessem nosso canal: Abel7minutos 

Compartilhe