Ex-mulher de Tom Veiga diz que também quer a exumação do corpo do ator

Ouça essa notícia

Foto: Reprodução da internet

Após fontes da coluna informarem que a família estaria pensando em exumar o corpo de Tom por suspeitas de envenenamento, Cybelle disse concordar com a ideia para provar sua inocência. “Pelas acusações que eu sofri, sou à favor. Vamos descobrir a verdade. Isso é importante. Eu quero saber quem me acusa, porque a família disse que nunca acusou de envenenamento”, comentou ela.

Segundo a coluna do Leo Dias, a ex-esposa do intérprete afirma que foi acuada pela família dele e que vai provar a verdade na Justiça através do processo de partilha de bens.

Cybelle diz que agora quer provar na Justiça que foi acusada injustamente. “Eu não estou lutando pela herança, estou lutando pela verdade. É esse exemplo que eu quero deixar para o meu filho. Quando alguém inventar mentiras sobre você, lute pela verdade. Eu não vou permitir que fiquem me caluniando, que eu bati, que era interesseira. Agora, eu vou até o fim. Assassina? Monstro? Agressora? Ou eu provo a verdade ou mudo meu nome.”

Segundo Cybelle, Tom não teve interesse em dar entrada no divórcio após a separação. Além disso, ele teria tido a oportunidade de anular o testamento que incluía ela, mas não quis. “Ele esteve uma semana antes de falecer no mesmo cartório onde fez o testamento. Para anular, era só ele se identificar. Não precisava de testemunhas”, contou ela, que ainda mostrou mensagens e áudios trocadas com ele poucos dias antes da morte.

“A gente era casado com separação de bens, não tinha filhos e existia um contrato pré-nupcial. O divórcio era apenas a assinatura de um papel, muito simples. Ele foi homem pra caralho para me tirar de casa e mandar recado através da advogada, mas não teve coragem de falar de divórcio para mim. Porque, no fundo, ele não queria. Só foi acontecer um mês depois porque eu procurei a advogada para saber.”

Cybelle ainda acrescentou sem citar nomes, que a família de Tom teria impedido que ela participasse do enterro. “A orientação era de que eu deveria resolver as coisas no IML. Mas a família fez uma confusão, eu abri mão. Não era momento de brigar. No dia do velório, eu passei por situações que me senti completamente acuada, insegura de ir para São Paulo sozinha e do que mais eu poderia passar com essas pessoas.”

Ainda segundo o colunista do Metrópoles, a ex-esposa tem jogado tudo no ventilador e afirmou que recebeu mensagens caluniosas de amigas da ex-mulher e mãe dos filhos do intérprete: “Materialista, barraqueira, ego nas alturas. Tentou emprego no Mais Você e ficou com raiva do Tom e da Ana Maria porque não conseguiu.”, dizia uma das mensagens que Cybelle teria recebido.

O caso segue na justiça!

Quer saber mais:

Compartilhe