James Franco e Anne Hathaway tem atritos em ensaios para o Oscar

Ouça essa notícia

James Franco e Anne Hathaway. Foto: Reprodução da Internet

Roteiristas do Oscar, apontaram para o site “The Ringer” as diferenças entre James e Anne e o quanto isso atrapalhou os ensaios da celebração.
Já faz mais de uma década que ambos apresentaram juntos a 83ª edição do prêmio mais esperado do ano pelas celebridades.

David Wild, um dos roteiristas daquele ano, começou disparando a sua opinião sobre a experiência com o monólogo da dupla:
“Foi como o encontro às cegas mais desconfortável do mundo entre o garoto roqueiro chapado e o adorável líder de torcida de uma colônia de férias”.

Complementando o colega, Jordan Robin, também roteirista da edição, elogiou Anne e disse que ela estava sempre pronta durante a preparação do evento e que foi uma grande colaboradora durante os bastidores.

Megam Amram, que era consultora da cerimônia, revelou que Anne queria estar muito preparada para o momento, e que comprometida com a responsabilidade a procurou para ter a certeza de que o material que ela apresentaria passaria uma perspectiva feminina desejada.

“Ela queria ter certeza de que suas falas iriam refletir positivamente as mulheres. Eu lembro de pensar que era incrível que isso era importante pra ela”, afirmou Megam.

Por outro lado, quem não foi nenhum pouco elogiado foi James Franco, chamado de avoado e descompromissado.

“Ele sempre parecia estar em um voo e era muito difícil pra mim conseguir falar com ele.” “Ele parecia gostar da incompatibilidade entre ele e Anne e queria brincar com isso como se fosse um filme de policiais com personagens opostos.” Revelou Rubin.

Os escritores da edição ainda afirmaram que durante os ensaios Franco e Hathaway nunca tinham se dado bem e que em alguns segundos Wild tinha achado que finalmente eles tinham se entendido. Mas, cantou vitória antes do tempo, James sorria apenas porque a substituta de Anne caminhava em direção a ela para a atriz ir para o camarim.
Naquela edição, a performance dos dois à frente da premiação foi bem criticada pela mídia e pelo público. E segundo murmurinhos, os atritos entre os dois podem ter interferido no resultado final da celebração.

Anne e James nunca tinham trabalhado juntos e muito menos apresentado o Oscar. Mas, com o objetivo de atrair mais o público jovem para o evento, os produtores optaram pelos dois por serem jovens e por trazerem a linguagem esperada. Segundo a Entertainment Weekly a primeira opção dos produtores era Justin Timberlake, mas ele teria negado a proposta.

Dez anos depois dessa troca de farpas entre eles os roteiristas conseguiram refletir e tirar algo de bom desse momento turbulento para todos:

“Essa entrou para a história”, disse Amram.

Anne, disse que se divertiu muito comandando a cerimônia:

“Eu percebi depois, eu atuei para quem estava presente. É um teatro de 3.500 luhares, então eu estava mandando energia para os fundos e era como uma festa!”, afirmou ao The Hollywood Reporter em 2012.

Já James, assumiu o seu deslize com a premiação e relatou ainda alfinetando a parceira da edição:

“Nós recebemos muita m*rda pela apresentação. Eu provavelmente recebi mais do que ela, mas ela também recebeu um monte.”, afirmou para a New York Magazine.

Neste ano, o Oscar será no dia 25 de abril e terá um elenco de apresentadores como nas duas últimas edições.

Compartilhe