JOGO ABERTO DECIDE POR JOÃO SGARBI! O PAULISTANO É O NOVO COMENTARISTA DA BAND!

Ouça essa notícia
Reprodução da Internet - João Pedro Reis Sgarb.

Lembra da competição aberta pelo “Jogo Aberto” em parceria com o aplicativo “Kawai” para encontrar o novo comentarista do programa? Então, o ganhador da disputa já foi divulgado. João Pedro Sgarbi, paulistano de apenas 19 anos é o novo integrante da equipe de comentaristas esportivos da Band.

João Pedro Sgarbi foi o grande campeão do “Microfone Aberto” no Kwai, e agora vai se juntar a Renata Fan, Denílson Show e companhia na atração que completou 14 anos no ar. 

Reprodução da Internet – Denílson e João Pedro Sgarbi, campeão do “Microfone Aberto”.

Natural de São Paulo e estudante de Publicidade e Propaganda, João Pedro é amante do futebol e torcedor roxo pelo São Paulo Futebol Clube. Durante a disputa o jovem contou com o apoio do presidente do time para conseguir votos da torcida tricolor.

“Falei pra galera em off que nem sei como eu agiria se ganhasse. Vou falar um dia pro meu filho isso. Esse troféu não é só meu, mas dos dois finalistas, que são sensacionais. Quero fazer um agradecimento especial a um cara que me deu a primeira oportunidade, o Gabriel, que está assistindo. Agora bora com tudo. Feliz demais!”, vibrou o vencedor com o troféu em mãos.

Na grande decisão, Sgarbi encarou Tutti Batista (que venceu uma repescagem) e Alan D’Orazio, de São Paulo. O trio fez duas provas no Kwai – apresentar um bordão e ler um “TP”, o famoso visor que ajuda os apresentadores a ler um texto ao vivo na TV – e ainda teve a chance de participar presencialmente do debate do Jogo Aberto para provar que mereciam a vaga no programa.

Dono do bordão “bora com tudo”, Sgarbi, que hoje tem 34,5 mil seguidores, venceu a enquete popular no site do “Jogo Aberto” com 45% e somou o primeiro ponto na final. Em seguida, Renata Fan e os comentaristas do programa analisaram o conjunto da obra e decretaram que o jovem paulistano seria o novo colega de estúdio.

Reprodução da Internet – João Pedro Reis Sgarbi.

“É um menino, mas fala de futebol como um veterano. Eu tenho idade para ser mãe dele!”, brincou Renata.

João Pedro Sgarbi levantou o troféu do “Microfone Aberto” no Kwai nesta terça-feira (22) ao vivo.

Enquanto a estreia não chega, conheça abaixo um pouco mais sobre João Pedro Sgarbi e relembre a batalha que ele enfrentou no Microfone Aberto até conseguir a tão sonhada cadeira do programa.

“MICROFONE ABERTO”

Primeiro, Sgarbi foi um dos 24 candidatos que ultrapassaram a fronteira da fase de inscrição do “Microfone Aberto” no Kwai.

O são-paulino foi uma das 97 mil pessoas que gravaram na rede social um vídeo respondendo a pergunta “por que eu quero ser o novo comentarista do Jogo Aberto?” e mostrou originalidade, carisma e simpatia. Para completar, ele também foi bem no quiz sobre futebol que os candidatos tiveram que responder no site do programa.

Nas oitavas de final, Sgarbi superou Felipe Noronha, de São Paulo, e Warlen Veiga, de Volta Redonda, em disputa emocionante. Os três tiveram que gravar no Kwai um vídeo analisando a vitória por 2 a 1 do Manchester City sobre o Paris Saint-Germain, pela semifinal da Liga dos Campeões 2020/2021. Sgarbi foi o preferido de Ronaldo Giovaneli, Edílson, Denílson e Renata Fan e passou com quatro votos, seguido de perto por Noronha (escolha do público, de Héverton Guimarães e de João Paulo Cappellanes). Confira no vídeo abaixo!

Nas quartas de final, Sgarbi enfrentou Luiz Felipe Garcia, do Rio, e realizou o sonho de conhecer pessoalmente aqueles que agora serão seus futuros colegas. Além de mais uma prova no Kwai (acertar palpites de cinco jogos que rolaram na semana do confronto), os dois candidatos foram aos estúdios da Band e se enfrentaram num debate em formato de perguntas e respostas.

Sgarbi e Luiz Felipe falaram sobre como Dudu deve ser aproveitado quando voltar ao Palmeiras e sobre quem são os três melhores jogadores do mundo. O paulistano, que já havia levado a melhor nos palpites, foi o preferido de Héverton Guimarães, Ronaldo Giovaneli, Chico Garcia, Ulisses Costa, Denílson e Renata Fan e se classificou (relembre no vídeo abaixo).

Na semifinal, Sgarbi enfrentou Tutti Batista, de Osasco. No Kwai, os dois tiveram que usar a função dueto e responder duas perguntas de Denílson: quem vai ser o campeão brasileiro de 2021 e qual jogador da seleção olímpica caberia na seleção principal. O paulistano foi o melhor para 66% dos votantes no site do Jogo Aberto e saiu na frente da disputa. 

Já na segunda etapa, João Pedro e Tutti deram uma entrevista virtual a Denílson e responderam dúvidas como qual nota eles dão ao trabalho de Tite na seleção ou ao trabalho de Abel Ferreira no Palmeiras. Sgarbi foi o preferido de Héverton Guimarães, Ronaldo Giovaneli, Chico Garcia, João Paulo Cappellanes, Ulisses Costa e Renata Fan e confirmou a vaga na final.

Na grande decisão, Sgarbi encarou Tutti Batista (que venceu uma repescagem) e Alan D’Orazio, de São Paulo. O trio fez duas provas no Kwai – apresentar um bordão e ler um “TP”, o famoso visor que ajuda os apresentadores a ler um texto ao vivo na TV – e ainda teve a chance de participar presencialmente do debate do Jogo Aberto para provar que mereciam a vaga no programa.

TORCEDOR TRICOLOR

Apaixonado por futebol desde pequeno, Sgarbi será o primeiro integrante “100% são-paulino” do Jogo Aberto, já que Denílson se diz metade tricolor e metade torcedor do Palmeiras.

O amor pelo São Paulo inclusive levou o jovem a começar a trabalhar com o futebol, produzindo conteúdos para um portal de notícias que cobre o dia a dia da equipe paulista.

Conforme o “Microfone Aberto” no Kwai foi avançando, a nação tricolor se engajou cada vez mais em puxar votos para Sgarbi nas enquetes populares e a apoiar o candidato nas redes sociais.

A torcida teve anônimos e também famosos. Luís Fabiano, terceiro maior artilheiro da história do São Paulo, e Júlio Casares, presidente do clube, mandaram mensagens especiais e reforçaram a torcida de Sgarbi na disputa do reality show. 

Reprodução da Internet – Luís Fabiano ex-jogador de futebol.
Reprodução da Internet – Story do Presidente do time.

PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA

O jovem Sgarbi contou que a linguagem “descontraída e despojada” do “Jogo Aberto” o motivaram a se inscrever na disputa:

“Sempre fui assim na minha vida. Quando minha mãe bateu na porta do meu quarto e falou ‘vai que é sua oportunidade’, eu falei ‘lógico que vou tentar’. Também tenho opinião forte sobre alguns assuntos. Me identifico muito com os integrantes do programa”, disse. 

O novo integrante ainda afirmou que a atração preenche uma lacuna especial no futebol:

 “O diferencial é que é um programa leve. A gente precisa disso na TV, onde vemos muitas coisas pesadas. O Jogo Aberto tem o tom de humor, com os comentaristas se zoando e brincando. Sinto falta disso hoje no futebol, dessa brincadeira entre rivais. A rivalidade é dentro de campo. Fora tem que zoar e brincar. Todos são amigos”.

Compartilhe