NOVA MODA CIRCULANDO ENTRE FAMOSOS: O TRANSPLANTE CAPILAR ATRAVÉS DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

  • Oremos
Ouça essa notícia
Reprodução da Internet - Marcos e Belutti são um dos que se renderam ao procedimento.

Tem gente aí que não quer ficar careca tão cedo e está buscando formas inovadoras de prevenir os fios de cabelo para não chegar  à calvície.

Alguns famosos, como Roberto Carlos, Tom Cavalcante, Lucas Lima (marido da Sandy), Lucas Lucco, Santiago (da dupla Guilherme e Santiago), Marcos e Belutti, Kaká Diniz (marido da Simone, da dupla com Simaria), diversos jogadores futebol e esportistas são algumas celebridades que já realizaram o transplante capilar através da inteligência artificial.

O especialista Dr. Thiago Bianca, explicou alguns detalhes desse procedimento em uma entrevista com a coluna de Leo Dias. 

Thiago Bianco, acaba de receber o “HairMetrix”, um software associado a tricoscopia capilar, que utiliza inteligência artificial e analisa em tempo real o couro cabeludo, gerando informações detalhadas.

A tecnologia processa automaticamente os dados sem a necessidade de incisão ou desconforto do paciente. De forma rápida e precisa, registra a condição dos cabelos antes e depois da execução de procedimentos. A união dessas tecnologias entrega aos profissionais o mais avançado sistema de diagnóstico por imagem.

“A clínica recebeu de maneira inédita no país o Tricoscópio Capilar com Inteligência Artificial, o primeiro no mundo que realiza análises e diagnósticos das causas de calvície. Com este aparelho, é possível detectar em minutos a causa da perda de cabelos dos pacientes, e ainda diferenciar uma alopécia androgenética (patologia que causa piora se não for tratada e leva até a calvície), do efeito alopécia difusa ou eflúvio telógeno (perda aguda e progressiva do cabelo após doenças crônicas ou febris, estresse emocional ou parto no caso das mulheres, onde o cabelo se desprende facilmente). A alopécia difusa ou eflúvio telógeno é uma das principais queixas da queda de cabelos ocorrida devido ao estresse causado pela pandemia e isolamento social”, explica Thiago Bianco.

Sem este aparelho, era necessário cortar ou raspar uma área de cabelos para análise. Agora, não é necessário raspar a área de cabelos. O especialista olha com o tricoscópio, capta as imagens, seleciona as áreas para análise (por exemplo regiões de queixa ou atrofia), e por meio das informações do software realiza um diagnóstico rápido e extremamente preciso.

“Após retirar três amostras de regiões do couro cabeludo do paciente, em apenas 2 minutos o software faz a análise com clareza de informações como: tamanho, espessuras e porcentagens de fios; distância entre cada folículo, espessura média e somatória de todos os fios, e quantidade de folículos e média de fios por folículo – informações que são extremamente importantes para o transplante capilar. Após a cirurgia, também é possível realizar um comparativo ao verificar se houve ou não melhora, se o tratamento estipulado está funcionando. Ou seja, o software é muito completo, trouxe ainda mais agilidade e precisão pra clínica”, finaliza o médico.

Reprodução da Internet - Lucas Lucco faz transplante capilar.
Compartilhe