Perdeu Junior! Com habilitação suspensa cantor voltou pra sala de aula.

Ouça essa notícia

Junior Lima. Foto: Reprodução da internet

Pra gente ser feliz, tem que cultivar os bons hábitos no trânsito, né Junior?

O cantor Junior Lima, da nossa sempre amada dupla Sandy e Junior teve sua carteira de Habilitação suspensa após acumular 37 pontos de infração. Ele está movendo um processo contra a Prefeitura de Campinas, Detran São Paulo, DER, e Prefeitura de São Paulo por conta das infrações.

Segundo Fábia Oliveira, do jornal O Dia, imagens de monitoramento mostram que as infrações ocorreram em 2014 em Campinas, Valinhos e São Carlos, todas no estado de São Paulo. Na época das infrações, Júnior foi notificado da instauração do processo (junho de 2015), mas não apresentou a defesa dentro do prazo e foi penalizado em um mês sem poder dirigir.

Com a não entrega da CNH ao Detran, a punição foi inscrita no cadastro do condutor. O cantor enviou o documento apenas em 2017, quando passou por reciclagem de infratores.

A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC) recusou todas as indicações de infratores apresentadas por Junior, por não conseguirem ter certeza de que a assinatura era do cantor. Em 2020, o advogado dele pediu o fim do processo, desde que ele não fosse condenado. O juiz Otavio Tioiti Tokuda, da 10ª Vara de Fazenda Pública de São Paulo aceitou o acordo, porém condenou Junior a pagar R$ 1 mil de honorários para cada réu, com uma somatória paga no valor de R $4 mil.

Infeliz com a penalidade e a suspensão da carteira, Junior Lima moveu um processo contra a Prefeitura de Campinas, Detran São Paulo, DER, e Prefeitura de São Paulo. Conforme consta nos autos, o músico queria, através da ação, a nulidade dos atos administrativos. O artista se justifica dizendo que tem alguns carros registrados em seu nome, sendo utilizados por terceiros, como seus funcionários.

 

Compartilhe