Revelações: O Padre Jílio Lancelloti revelou que Paulo Gustavo doou R$1,5 milhões à entidade para tratamento oncológico e da covid-19

Ouça essa notícia

Paulo Gustavo. Foto: Reprodução da internet

Paulo Gustavo sempre se mostrou amoroso, preocupado com o próximo e uma pessoa admirável.

Hoje (5), após a confirmação do seu falecimento o Padre Jílio Lancellotti revelou nas redes sociais uma das suas benfeitorias como ser humano de bem.

O líder religioso afirmou que Paulo Gustavo doou R$ 1,5 milhão para a caridade quando ainda em vida e a entidade “Obras Sociais Irmã Dulce” confirmou a doação e revelou que o ator também doou recursos para compra de EPIs e testes para diagnóstico de Covid-19 durante a pandemia.

Segundo o padre, o ator doou os valores para as Obras Sociais Irmã Dulce (Osid). “Muita gente não sabe, mas o ator Paulo Gustavo era grande benemérito das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid). Paulo Gustavo doou R$ 600 mil para a construção de uma unidade de oncologia da Osid”.

Após o início das obras, o humorista ainda voltou a ajudar a entidade. “Em 2017, quando a obra de construção iniciou, ele visitou o espaço. O apoio não parou por aí. Segundo a superintendente da Osid e sobrinha de Santa Dulce, Maria Rita, Paulo Gustavo doou à instituição um total de 1,5 milhão”.

Também pelas redes sociais, a entidade filantrópica lamentou a morte de Paulo Gustavo e revelou que o ator também fez outras doações à instituição.

A entidade ainda revelou uma das últimas mensagens enviadas pelo ator às Obras Sociais Irmã Dulce. “Eu estou de longe, mas estou conectado com vocês no amor e na torcida para que tudo dê certo”, diz o post.

Paulo Gustavo morreu na noite desta terça-feira (4) em decorrência de complicações da Covid-19. Ele tinha 42 anos e deixa dois filhos de 1 ano de idade, Romeu e Gael, e o marido, o médico Thales Bretas, com quem se casou em dezembro de 2015.

Compartilhe