SÃO PAULO TEM O PRIMEIRO CASO DE VARIANTE DA ÍNDIA IDENTIFICADO

Ouça essa notícia
Reprodução da Internet - Instituto Adolfo Lutz.

Segundo o portal de notícias G1, o Instituto Adolfo Lutz, identificou um viajante de 32 anos que vinha da Índia e desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos no dia 22 de maio. Ainda segundo o portal, o governo paulista afirmou ter sido notificado do caso pela Anvisa enquanto o passageiro ainda embarcava em voo doméstico para o Rio de Janeiro.

De acordo com as informações do Instituto Adolfo Lutz, o viajante de 32 anos, morador de Campos dos Goytacazes, desembarcou no sábado (22), no aeroporto de Guarulhos.

A variante indiana do coronavírus identificada se chama B.1.617. As informações foram divulgadas pelo governo estadual na manhã desta quarta-feira (26).

Com a confirmação, sobe para sete o número de pessoas contaminadas pela variante no país.

Os outros seis são passageiros que chegaram ao Maranhão a bordo do navio MV Shandong da Zhi, atracado no litoral do estado. Há ainda outros três casos suspeitos no Distrito Federal, no Espírito Santo e em Minas Gerais.

Ainda de acordo com o governo paulista, não há registros de um caso autóctone (contaminação local) da variante indiana no estado.

Compartilhe