XUXA MENEGHEL ABRE QUEIXA-CRIME CONTRA VEREADOR DE NILÓPOLIS. ENTENDA

Ouça essa notícia
Reprodução da Internet - Xuxa Meneghel.

Xuxa registrou a queixa-crime após o vereador de Nilópolis, no Rio de Janeiro, Anderson Campos (Republicanos), a chamar de “assediadora de menores”. O apoiador do governo Bolsonaro, fez a afirmação na tribuna da Casa e ainda postou o vídeo em suas redes sociais.

Ainda na tribuna da câmara, o vereador questionou a moral de Xuxa, Felipe Neto e do ex-jogador Walter Casagrande. Anderson expôs seus comentários rebatendo os pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro vindo destes famosos.

“Que moral que uma assediadora de menores, um desvirtuador de bons costumes como o Felipe Neto e o Casagrande, usuário de drogas, têm para poder apresentar um pedido de impeachment do presidente Bolsonaro? exclamou o vereador.

A defesa da apresentadora disse, em nota, que o vereador disseminou um discurso de ódio e fez acusações graves contra as pessoas. Ainda segundo os advogados de Meneghel, a ação tem como objetivo defender os atacados pelo discurso de ódio dissertado pelo vereador.

“A liberdade de expressão não pode ser confundida com o direito de propagar o ódio e praticar crimes, por meio da disseminação de acusações graves e inverídicas contra as pessoas. O objetivo dessa ação é coibir o discurso de ódio e possibilitar a defesa de quem foi atacada e que, não fosse pelo Judiciário, ficaria impossibilitada de se proteger contra esse tipo de ataque hostil.”

Após saber da queixa-crime pela imprensa, Anderson Campos, voltou às redes sociais para atacar a rainha dos baixinhos e repetir o que havia falado dela, de Neto e de Casagrande na Câmara de Vereadores de Nilópolis.

Acreditando que não sofrerá consequências judiciais sobre seus atos, o vereador fez uma nova postagem no Instagram alegando que não disseminou nenhuma mentira:

“A jornalista do UOL me perguntou o que eu pretendia fazer já que a Xuxa não queria audiência de conciliação. E quem disse que eu quero? Além da minha imunidade parlamentar que deve ser inviolável, não menti em nada. Os fatos que narrei são de conhecimento público.”

Xuxa Meneghel estreou o longa “Estranho Amor” em 1982, onde viveu uma prostituta que se envolvia com um menino de 12 anos. O longa dirigido por Walter Hugo Khouri, foi o que gerou esse “rótulo” para a apresentadora depois que esteve à frente de programas infantis.

Compartilhe